Críticas de Filmes

Crítica: Um Homem de Sorte – (Lykke-Per) Netflix – Filme Original (2018).

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

um homem de sorteUm Homem de Sorte é um filme Netflix baseado no livro “Lykke-Per”, do autor Nobel dinamarquês Henrik Pontoppidan. Apesar de seguir um formato bibliográfico, o drama não é a história real de um homem real, assim sendo, é apenas uma invenção criativa sobre a vida do próprio autor do livro no qual o roteiro foi baseado. O qual, inclusive, ganhou o Nobel de Literatura em 1917 pela obra.

O Longa é dirigido por Bille August, vencedor de duas Palmas de Ouro em 1988: Pelle, o Conquistador e em 1992: As Melhores Intenções, também dirigiu “Trem Noturno para Lisboa“).

Um Homem de Sorte é sobre a história de Peter Andreas Sidenius (Esben Smed), um talentoso estudante de engenharia que cresceu com uma família muito religiosa na cidade de Jutland, na Dinamarca. Ao ser admitido em uma faculdade, que o faz partir com uma mão na frente e outra atrás, o jovem deixa suas raízes religiosas para tentar a sorte em Copenhague.

Seu pai um vigário (pastor), desaprova o caminho sórdido da ciência e o ambiente promíscuo que seu filho habitará. Sentimento este que promove uma despedida drástica que gera uma ferida profunda na alma do jovem sonhador. Percebemos com isso como a religião imposta com uma autoridade esvaziada da graça e amor de Deus pode gerar uma aversão tão profunda numa pessoa que recebe os maus tratos.

Ao chegar na cidade grande, Per passa a sobreviver das sobras dos restaurantes onde trabalha lavando pratos enquanto cursa engenharia, estragando as aulas com ideias revolucionárias para sua época (diria até hoje em dia), como a produção de energia renovável (eólica e maremotriz).

O jovem estudante procura então divulgar seu projeto com um potencial revolucionário no controle de fornecimento de energia na cidade. Em pleno final do século XIX, ao invés de usar o carvão, que é finito, a energia seria captada das forças da natureza, como o vento e as ondas do mar. Neste ímpeto e com o intuito de chamar atenção ao seu trabalho, Peter passa a frequentar a casa da família Solomon e logo se interessa por Jakobe (Katrine Greis-Rosenthal), a filha mais velha, que é noiva de Eybert (Rasmus Bjerg).

O excelente trabalho de Esben Smed é essencial para o desenrolar do longa. Pois, é essa ambição de colocar esses projetos em prática que vai motivar todas as suas ações, algumas sem dúvida questionáveis, o qual consegue envolver uma série de personagens que são fundamentais para a realização dos seus sonhos, especialmente a família Salomon.

Os olhos de Sidenius brilham quando ele fala de suas invenções. É inevitável não sentir compaixão e se identificar com ele no início do drama. No entanto, essa não é a única emoção que o filme revela. Além da determinação fortíssima nos deparamos com a raiva (mágoa), a incompreensão de certas ações e a indignação. Certamente, acabamos sendo levados a um tour pela decadência do protagonista que nos faz questionar suas ações a todo o momento.

O ápice obra de Bille August é apresentar com maestria que o mesmo orgulho que motiva Peter pode proporcionar a sua ruina. E para navegar nessa história o diretor não tem pressa na viagem que leva cerca de duas horas e quarenta e sete minutos.

O longa retrata uma Dinamarca antiga em meados da Primeira Revolução Industrial. Entretanto, há a preocupação com qual será sua próxima fonte de energia. Tudo isso é apresentado em cenários e figurinos que representam de forma tão real fazendo jus à aparência da época. Vale ressaltar, a fotografia com um enquadramento aberto apresenta perfeitamente a grandeza de certos cenários quando necessário, promovendo a estética do drama com uma performance de um verdadeiro espetáculo visual.

Um Homem de Sorte no meu ponto de vista acaba se tornando em um grande exemplo de como algumas virtudes, tais quais como, humildade e altruísmo, que tem o poder de proporcionar alguns benefícios a humanidade. Virtudes estas que deveriam estar presentes naturalmente nas pessoas, independente do credo religioso que elas professam.

Sem sombras de dúvida, “Um Homem de Sorte” é uma grande produção que merece um lugar na sua lista de filmes e a sua atenção. Em resumo, esta é a história dramática de um homem que acaba deixando sua maior virtude se tornar sua maior desgraça.

Confira o tralier abaixo e bom filme!!!

Por Lindomar JS

©2019 FuturoTV • Todos os direitos reservados • Desenvolvido por Dr. Designs